Blog

Como criar um curso online do zero

Separamos 8 dicas sobre como criar um curso online, desde a criação de conteúdo até o dia a dia das vendas

Se você tem algum conhecimento para compartilhar e, ainda, quer ganhar dinheiro com isso, nada melhor do que criar um curso online que possa ser vendido para o Brasil inteiro e, quem sabe, para o mundo. Dá pra imaginar?

Na Estratégia 88 já desenvolvemos produtos digitais deste tipo há alguns anos e sempre com ótimos resultados. É claro que, neste período, aprendemos muito sobre modelos de negócio, produção de conteúdo, campanhas de vendas e por aí vai. Agora, é hora de dividir um pouco desse conhecimento com vocês.

Como criar um curso online do zero? Veja nossas 8 dicas!

1 – Defina o tema

Que tipo de conhecimento você pode compartilhar? Pode ser a sua área de trabalho ou alguma formação que você ache relevante ensinar a outras pessoas, por exemplo. O mais importante é que você domine o assunto e se sinta confiante suficiente para levá-lo aos alunos em vídeos gravados e transmissões ao vivo pela Internet.

2 – Entenda as motivações de quem irá comprar o seu curso

Como criar um curso online sem saber o que interessa aos alunos? Conheça as áreas de interesse ou temas mais buscados através de levantamento e análise de dados online. Sabendo o que o seu potencial aluno pesquisa no Google, YouTube ou nas redes sociais, você irá definir o conteúdo e a estratégia de vendas ideal para não jogar dinheiro fora quando for criar o seu curso online.

3 – Conheça seus concorrentes

Concorrentes não oferecem, necessariamente, um produto igual ao seu. Eles estão ajudando o público a suprir uma motivação ou resolver um problema que você também está. É preciso analisar estes concorrentes de forma profunda, entendendo o seu modelo de negócio, tipo de conteúdo oferecido, preços praticados, suas ações de marketing digital, relacionamento com os alunos e por aí vai. Assim, você vai conseguir se diferenciar e ter mais resultados.

4 – Crie um modelo de negócio

Essa etapa talvez seja a mais desafiadora. Pra saber como criar um curso online, você também precisa saber o quanto cobrar, de quanto em quanto tempo haverá turmas, se você realmente trabalhará com um modelo de turmas, como será a gestão desse produto, de quanto em quanto tempo precisará produzir novos conteúdos e muito mais. Nesta fase é importante considerar, não só o que você acha que vai te ajudar a ganhar dinheiro, mas o que é viável para o projeto – com o seu conhecimento, orçamento e tempo disponíveis.

Criar um modelo de negócio é algo extremamente estratégico e que pode mudar o rumo do seu investimento. Veja o exemplo do que fizemos para o Treino Online Lapa Team, um formato de treino de musculação online, que é renovado todos os meses e atrai mulheres do mundo inteiro. Em pouco tempo, tivemos mais de 2.000 assinaturas do produto.

5 – Invista em uma boa produção de conteúdo

O seu produto é conteúdo digital, portanto invista em um bom planejamento e uma boa execução. Pense onde os vídeos serão filmados, em que formato, quanto tempo de duração, o que você vai falar, que tipo de linguagem usar em cada vídeo, qual será o estilo da edição e por aí vai. Ah! E planeje também conteúdos bônus ou gratuitos, que possam ajudar a atrair o aluno rapidamente e aumentar o nível de satisfação com o curso.

6 – Tenha uma estratégia de vendas. Os alunos não vão aparecer por mágica!

Através dos dados que você analisou, crie uma estratégia de vendas, planejando quais canais online utilizar, quando anunciar, com que frequência, quais segmentações de público criar, etc. Existe uma infinidade de possibilidades, desde WhatsApp, Google, Youtube e Instagram, até campanhas por meio de parceiros e influenciadores digitais. E, ainda, campanhas para fases específicas de vendas, como abandono de carrinho, por exemplo.

Com tantos caminhos disponíveis, saber planejar é fundamental. Mas não ache que isso vai resolver todos os seus problemas de vendas! É preciso fazer testes, saber como o público se comporta com cada ação, monitorar os resultados e saber como redirecionar uma ação de venda, no momento certo.

7 – Aprenda com os números e melhore a satisfação dos alunos

Acompanhe o comportamento dos seus alunos através de dados. Saiba quais canais estão convertendo mais pessoas em alunos, por quais plataformas é melhor se relacionar com eles, dedique tempo para tirar dúvidas ou resolver eventuais problemas que possam aparecer. Escute a opinião deles, considere as sugestões, fique de olho nos pagamentos (sim, existem alunos inadimplentes) e crie ações para minimizar os riscos. Através da análise diária dos dados, será possível tomar as ações necessárias para gerenciar o seu curso online, sem jogar dinheiro fora ou perder ótimas oportunidades de alavancar suas vendas.

8 – Repense seu curso online constantemente. Não se acomode.

Atrair alunos frequentemente, e reter os que já estão matriculados, é um desafio grande. Para isso, é preciso atualizar sempre o seu conteúdo e criar iniciativas para que o seu produto ganhe uma percepção de valor. Ninguém quer ter acesso sempre às mesmas informações ou sentir que não está ganhando nada com o dinheiro que está investindo. É essencial ficar atento ao mercado, ter ideias novas o tempo todo e, junto com os dados que você levantou, analisar quais são as melhores opções a serem colocadas em prática.

Conclusão:

Criar um curso online não é um bicho-de-sete-cabeças, mas também não é um trabalho fácil. Um produto digital precisa ser bem pensado, formatado e, claro, é necessário saber vendê-lo, sempre de acordo com o orçamento disponível.

Você tem alguma ideia de curso online, mas não tem conhecimento ou tempo para executá-la?

Vamos bater um papo pra ver como podemos te ajudar?

  Enviar mensagem

 

Postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top